Cirurgias a laser: a tecnologia na medicina que deu certo

Cuidados com a visão

Nos dias atuais, todos podemos concordar que a tecnologia superou muitas barreiras e trouxe uma maior qualidade de vida para todas as pessoas de uma forma geral. 

Por conta desses inúmeros avanços tecnológicos na área da saúde, a qualidade de vida e o tempo de vida das pessoas têm aumentado muito.

Pensando nessa temática, no artigo de hoje falaremos sobre as famosas cirurgias a laser: a tecnologia na medicina que deu certo!

Medicina tecnológica em expansão

Atualmente, engana-se quem pensa que a tecnologia só está presente nos aparelhos eletrônicos e nos computadores. A tecnologia está cada vez mais forte e presente também no meio da saúde e no meio hospitalar.

A medicina tecnológica se encontra em vasta expansão, e com uma tendência de crescer ainda mais nos anos seguintes. 

A missão da medicina é salvar vidas e promover mais qualidade de vida para as pessoas que estão doentes, então esse foco se manterá muito firme e podendo contar com muitas novidades e inovações, como acontece com o uso do laser nas cirurgias.

No tópico a seguir, vamos entender melhor como funciona o uso do laser nas cirurgias de todo o mundo.

Como é o laser utilizado em cirurgias

Do começo do século XXI para os dias atuais, muitos médicos têm optado em fazer cirurgias a laser ao invés das cirurgias que literalmente cortam a pele ou regiões do corpo dos seus pacientes.  

A cirurgia a laser tem como processo o envio de uma radiação eletromagnética que é feita para cortar os tecidos durante a cirurgia.

A cirurgia a laser, além de ser indolor, conta com um menor tempo de recuperação. As áreas da oftalmologia, coloproctologia e neurologia costumam usar com mais frequência o método de cirurgia a laser. 

Algumas cirurgias que se descomplicaram com o uso do laser

Abaixo, segue uma relação de algumas cirurgias que se descomplicaram com o uso do laser em sua realização:

  • Coloproctologia;
  • Cirurgia na próstata;
  • Hidrocefalia;
  • Hidrocefalia secundária;
  • Estenose de aqueduto;
  • Neurocisticercose; 
  • Tumores intraventriculares;
  • Miopia;
  • Hipermetropia;
  • Astigmatismo;
  • Cirurgias de catarata.

Todas as cirurgias mencionadas acima foram muito facilitadas com o uso do laser em sua realização. Os médicos notaram muitos efeitos positivos nas cirurgias a laser nesses casos específicos, como:

  • Menor tempo de recuperação no pós operatório; 
  • Pós-operatório mais rápido e com menos dor e complicações;
  • O laser evita sangramentos;
  • Ajuda nos problemas de cicatrização;
  • O laser evita o ressurgimento das doenças pela sua efetividade;
  • A cirurgia a laser conta com um menor tempo na própria operação;
  • Ela reduz custos;
  • Ela reduz riscos de complicações;
  • As cirurgias a laser são mais precisas e seguras;
  • Elas contam com mais rapidez e facilidade no seu processo;
  • Muitas cirurgias a laser dispensam a necessidade de internação do paciente.

Retirada da vesícula

Quando a vesícula biliar de um paciente apresenta problemas, como a formação de pedras na região, o paciente pode precisar realizar uma cirurgia para a retirada da vesícula, por meio de uma técnica chamada comumente de colecistectomia.

A cirurgia para a retirada da vesícula, apesar de dita como feita a laser, é na verdade, feita por videolaparoscopia (uma técnica cirúrgica minimamente invasiva no corpo do paciente). 

A cirurgia laparoscópica a laser é muito vantajosa por ser bem menos invasiva, são abertos apenas quatro mínimos furos no abdômen do paciente, por onde são introduzidos o material necessário para a retirada das pedras e uma pequena câmera, que guiará todas as ações do médico responsável.

Os riscos de complicações são muito baixos em cirurgias desse porte, sendo raros de ocorrer, mas, como em qualquer situação médica, são possíveis. As vantagens estéticas e de auto estima são enormes nesses casos que podem contar com a cirurgia a laser.

Catarata

A catarata é uma das doenças dos olhos mais comuns em todo o mundo, muitas pessoas que têm catarata acabam perdendo completamente a sua visão se a mesma não for devidamente tratada.

Quando é devidamente tratada com a cirurgia a laser, o caso se torna reversível e a pessoa pode sim voltar a enxergar muito bem. O procedimento substitui o cristalino opacificado e danificado do olho por uma nova lente artificial.

Como visto acima, a cirurgia a laser é muito pouco invasiva e no caso da catarata, os riscos da cirurgia são praticamente nulos. É um dos procedimentos médicos mais seguros de se fazer em todo o mundo.

Neurocirurgias

Nas cirurgias que são tratadas com laser, a hidrocefalia é uma delas. Estudos mostram que 30% dos pacientes com hidrocefalia podem ser tratados com a técnica de cirurgia a laser. 

Com essa cirurgia, os portadores não necessitam do implante definitivo da prótese de derivação ventricular, essa novidade traz uma imensa redução de custos e de riscos de complicações sérias para essas pessoas.

Considerações finais

A cirurgia a laser traz inúmeros benefícios para a saúde das pessoas que podem realizá-la. Com o avanço e investimento na tecnologia da saúde, certamente esse número só irá aumentar, tanto de pessoas, quanto de doenças que o laser pode auxiliar a curar.

Por conta disso, é muito importante que o Brasil invista em tecnologia e em estudos voltados para a saúde, visando assim, um país forte nesse meio e que dispõe de boas ferramentas para ajudar a sua população com os seus inúmeros problemas de saúde.