Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade

Estude com a Educação a distância de agente comunitário de saúde

Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade

Muita gente se pergunta o que é a norma regulamentadora 10 ou NR 10 e o que é, já que é amplamente conhecida na área de segurança no trabalho ou ambiente de trabalho, você sabe o que é a NR 10?

 

CONHEÇA SUA HISTÓRIA

Esta norma tem fama entre muitos profissionais elétricos e ainda existem inúmeros trabalhadores que não entendem sua importância no ambiente de trabalho, muitos não profissionais que atuam na área elétrica não sabem o quão importante ela é.

 

Ressalta-se que a Norma Regulamentadora 10 se denomina Segurança em Instalações e Serviços com Eletricidade, é basicamente uma norma que tem como foco regulamentar qualquer tipo de obra que envolva energia elétrica e grandes riscos.

 

Visa também a proteção da integridade física e mental dos trabalhadores, sempre zelando pela saúde e segurança das demais pessoas direta ou indiretamente envolvidas nessas atividades e serviços.

 

A QUE EMPRESA SE APLICA A NR-10?

O Regulamento nº 10 (Segurança das instalações e serviços elétricos) do Ministério do Trabalho e Emprego pode ser aplicado em todas as empresas de origem pública ou privada, sem exceção, bem como nas demais instituições que empregam trabalhadores como empregados. também aplicável em todas as instituições. que desenvolvem serviços relacionados às etapas de produção, transmissão, distribuição e consumo, incluindo as etapas de projeto, construção, montagem, operação, manutenção de instalações elétricas e quaisquer outros tipos de obras que venham a ser realizadas nas proximidades, sempre considerando atentamente as demais normas que pode ser útil em outras atividades, na ausência de tais regras, usar as regras internacionais que podem ser aplicáveis.

AIS SÃO OS RISCOS NAS CENTRAIS E MANUTENÇÃO?

Se você trabalha com eletricidade ou serviços em suas instalações, lembre-se de que há diversos riscos a que você está exposto, riscos que na maioria dos casos, se não atendidos, podem resultar de ferimentos leves anteriores à morte do trabalhador.

 

Embora seja eletricidade de baixa tensão, pode representar um grande risco potencial para a saúde dos funcionários.

 

Uma das atividades de trabalho mais comuns que apresentam risco para quem trabalha com eletricidade é o choque elétrico, que pode causar consequências diretas e indiretas, como queimaduras, quedas, choques, etc.

 

Em nenhum caso podemos excluir o uso de medidas de controle coletivo e individual, que desempenham um papel fundamental neste tipo de atividade.

 

 MAS O QUE SÃO AS MEDIDAS DE CONTROLE?

De acordo com a norma normativa 10, de acordo com a cláusula 10.2.1, devem ser tomadas medidas preventivas para controlar o risco elétrico e outros riscos adicionais em todas as intervenções em instalações elétricas utilizando métodos de análise de risco para garantir a segurança e saúde no trabalho.

 

Vale citar também outros pontos destacados na NR 10 em relação às medidas de controle em um ambiente de trabalho com atividades relacionadas à energia elétrica:

 

– 10.2.2 Os controles adotados devem ser integrados com as demais iniciativas de segurança, saúde e meio ambiente da empresa no local de trabalho.

 

– 10.2.3 As empresas são obrigadas a atualizar os diagramas das instalações elétricas de seus empreendimentos, levando em consideração as características técnicas do sistema de aterramento e demais equipamentos e dispositivos de proteção.

 

É sempre útil lembrar que medidas corretivas e controles no ambiente de trabalho nem sempre devem se limitar ao uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), os empregadores devem sempre levar a sério o treinamento contínuo de seus funcionários, realizar treinamentos Um Mapa de Riscos é importante para que tenham plena consciência do desempenho das suas atividades e dos riscos que isso representa.

3 Vantagens de fazer o curso gratuito de administração pública

Administração e dados administrativo

O curso de administração pública, é um dos cursos mais amplos que existem na atualidade, que consegue oferecer um conhecimento para você planejar, dirigir, coordenar e controlar os recursos financeiros, humanos e materiais de uma determinada empresa.

Entretanto, não pode se deixar de citar que o curso de administração é extremamente conhecido pela frase “se você não sabe qual curso fazer, faça administração”, mas isso só acaba mostrando a grande amplitude do mesmo, além de, o curso de administração poder lhe proporcionar uma vaga em diversas áreas, como você verá mais abaixo!

Para você ter uma ideia melhor, uma das matérias que conseguimos encontrar nos cursos de administração são: marketing, psicologia, contabilidade, logística, economia, estatística, entre diversas outras, nos quais nos possibilitam exercer determinadas funções dentro de cada uma dessas áreas com a formação em administração.

Caso você tenha ficado interessado, e agora quer saber um pouco mais de como funciona e quais são as vantagens de se fazer o curso de administração pública, então continue aqui, que tudo isso e muito mais será explicado logo abaixo.

Como funciona o curso gratuito de administração pública?

A principal função do curso de administração pública, é deixá-lo totalmente capacitado para conseguir exercer funções que planejam, dirigem, coordenam ou até mesmo controlem os recursos financeiros, humanos e até mesmo matérias de certa empresa, como foi citado mais acima.

Sendo um dos cursos mais amplos do mercado, é uma ótima opção como primeiro curso, para assim, você poder iniciar sua carreira profissional, ou até mesmo, para poder implementar ainda mais a mesma!

Além de todas as funções citadas acima, dentro do curso de administração pública, o aluno também deverá aprender sobre a estrutura e o funcionamento do serviço público brasileiro, adentrando no orçamento público, princípios, diretrizes e processos orçamentários, economia, receita e despesa pública, e diversos outros.

Tendo isso em mente, deve ficar bem claro porque citamos que o curso de administração é um dos cursos mais amplos existentes na atualidade, certo?

Existem milhares de instituições na atualidade que oferecem o curso de administração pública, nos quais você deve procurar e se informar para saber qual instituição fica mais próxima a você, e qual lhe agrada mais!

Porém, vale lembrar que quase todas as instituições que oferecem algum curso, buscam oferecer a administração, tendo em vista que é um dos cursos mais feitos em todo o Brasil, por conta de todos os benefícios e conhecimentos que ele lhe proporciona, além da grande diversidade de oportunidades dentro do mercado de trabalho.

Algo que não podemos deixar de citar quando falamos do curso de administração pública, é a sua carga horária e duração, na qual, somos expostos a uma carga horária mínima de 4 mil horas, que pode aumentar dependendo da sua instituição de ensino, e também, estas horas costumam ser divididas em 4 anos.

Tendo em vista a tamanha amplitude que tal curso trás referente ao abrangimento do mercado de trabalho, é certo de afirmar que 4 anos é um tempo muito curto, quando comparamos com todos os benefícios, deixando assim, o curso de administração pública uma escolha ainda melhor e mais chamativa.

Quais são as vantagens de fazer um curso de administração pública?

Agora você verá algumas vantagens de fazer um curso de administração pública, para assim, poder ficar por dentro e decidir por conta própria se vale ou não a pena começar a fazer o curso!

Qualificação profissional

A primeira vantagem, da qual não podemos deixar de citar, é a qualificação profissional, que como já foi citado diversas vezes acima, é totalmente ampla e diversificada, podendo lhe dar uma oportunidade em diversos setores.

Uma pessoa que se forma no curso de administração pública tem grandes chances de conseguir um emprego, já que, tal curso consegue lhe dar conhecimento e qualificação necessária para exercer mais de 20 funções diferentes, algo bem surpreendente quando pensamos que o curso, além de ter uma durabilidade rápida, ser gratuito!

Diversidade de oportunidades

A grande diversidade de oportunidades dentro do mercado de trabalho, de longe é uma das melhores características que o curso de administração pode lhe entregar, tendo em vista que, como já foi citado acima, após a conclusão do curso, você estará capacitado para trabalhar dentro da área administrativa de recursos financeiros, humanos e materiais da empresa.

Horas extracurriculares

As horas complementares, também conhecidas como horas extracurriculares, são aquelas horas nas quais os estudantes devem procurar um conhecimento do curso fora da instituição, por conta própria ao longo da graduação, por meio de estágios, cursos, monitoria, intercâmbio, pesquisas científicas e trabalhos voluntários, acabam sendo um dos pontos positivos do curso de administração pública também!

Isso se dá por conta das pouquíssimas horas exigidas para a formação, que são exatamente de 35 horas aproximadamente para cada semestre, e 25 horas no último, totalizando assim, aproximadamente 200 horas extracurriculares.

Como montar um currículo para operador de caixa?

Operadora de caixa

Na busca por uma vaga de emprego, precisamos ter atribuições que nos ajudem a nos destacar. E antes de o empregador ter um primeiro contato com o possível empregado, ele se depara com seu currículo.

É fato que existem dezenas de modelos de currículos, mas qual modelo seguir? O que não pode ficar de fora de um currículo de forma alguma? Neste artigo te ensinaremos como montar um currículo para operador de caixa que te ajudará a se destacar entre os demais candidatos.

O que faz um operador de caixa?

A principal função de um operador de caixa é registrar as mercadorias e receber o pagamento do cliente e emitir nota fiscal. O operador também precisa fazer abertura e fechamento de caixa, registrando qual foi o valor passado em seu caixa durante o dia. Antigamente, a função era ocupada apenas por mulheres, mas hoje em dia também é possível ver homens ocupando esse cargo nas lojas, supermercados e etc.

O que colocar em cada seção do currículo

É importante seguir algumas regras na hora de construir seu currículo, para que nenhuma informação indispensável fique de fora. Sem essas informações, é provável que suas chances de contratação diminuam, ou até que a empresa dispense seu currículo. Então vamos aqui apontar quais seções devem estar presentes e o que deve ser acrescentado em cada uma delas.

Dados pessoais

Esta deve ser a primeira seção presente em seu currículo, pois é através dele que a empresa terá informações básicas a seu respeito e fará o primeiro contato com você. No título do seu currículo, deve haver o seu nome completo.

Em seguida, nacionalidade, idade, estado civil, endereço completo, contendo cidade, estado e CEP, e-mail e o mais importante: um telefone atualizado, pois muito provavelmente será por ele que a empresa entrará em contato para agendamento de entrevista. Esteja atento ao seu telefone quando estiver em busca de uma vaga de emprego!

Objetivo

Esta pode ser uma seção definitiva em seu currículo, pois ela pode despertar o interesse ou desinteresse no empregador, determinando se ele seguirá na análise de seu currículo, ou irá dispensá-lo. Esteja atento às gramática empregada, e seja cuidadoso para não deixar passar nenhum erro gramatical.

Esta seção é um resumo de quais são suas pretensões em relação à vaga. É importante ir direto ao ponto, sem rodeios, pois essa seção deve haver duas ou três linhas no máximo. Além de apontar qual é seu objetivo ao ocupar a vaga para qual está se candidatando, vale ainda apontar qual relevância ela terá em sua vida profissional.

Seja cuidadoso na hora de desenvolver seu currículo, pois ele pode ser o diferencial entre seus concorrentes. Não esqueça de direcionar seu objetivo à vaga para a qual você está interessado.

Escolaridade

Nesta aba, deve-se acrescentar sua trajetória escolar. Qual grau de escolaridade você concluiu, cursos de aperfeiçoamento que porventura tenha sido feito, curso de idiomas e qual seu nível de conhecimento no mesmo, e qualquer outra experiência acadêmica que o candidato considere importante.

Vale lembrar que é importante adicionar em qual instituição estudou e o ano de conclusão dos níveis escolares apontados no currículo. O mesmo vale para cursos.

Experiência profissional

Aqui o candidato deve registrar quais foram suas experiências profissionais anteriores. Iniciando pelo nome da empresa, seguindo pela função ocupada e finalizando com o período pelo qual atuou na área (dia, mês e ano de admissão e demissão).

Seu tempo de prestação de serviço em outras instituições contam muito para o empregador que está com o currículo em mãos, pois um período longo de vínculo empregatício aponta que o empregado desempenha bem suas funções, e isso pode ser bom para sua empresa.

Habilidades e Competências

Muitas habilidades são pré-requisitos importantes para determinadas vagas, mas há uma em especial que não pode ficar de fora, seja qual for a vaga pretendida: proatividade.

Ser proativo significa que você irá se esforçar para se sair bem em sua função, e que dará o melhor de si para lidar com os percalços que possam surgir no desenrolar de seu trabalho.

Para a função de operador de caixa, é importante ter um bom raciocínio lógico, facilidade com números, boa comunicação, facilidade com trabalhos em grupo, relacionamento. Um operador de caixa precisa se comunicar de forma clara e agradável, pois passará boa parte do tempo lidando com o que mais importa para o sucesso das lojas: seus clientes.

Um operador de caixa bem-humorado, cordial e gentil sem dúvida trará uma boa impressão do estabelecimento onde trabalha, fazendo com que seus clientes se sintam bem em frequentá-lo, pois sabe que serão bem atendidos.

Montar um bom currículo pode ser o diferencial

Lembre-se sempre que antes de o empregador conhecer você, ele conhecerá seu currículo, e ele irá dizer muito sobre quem você é. Seja cauteloso, criterioso na hora de construí-lo. Se não sabe como fazê-lo ou encontra algumas dificuldades, há muitas plataformas online que podem te auxiliar. E seguir as dicas aqui apontadas também pode ser de grande ajuda! 

Envie o link deste artigo para seu amigo que está em busca de emprego, e quer construir um bom currículo para ocupar a vaga de operador de caixa que ele almeja!

Direito criminal: como atuar na área?

Advogado penal

O que abrange o direito criminal?

O objetivo é a proteção dos bens jurídicos diminuindo a incidência de crimes designados pela lei de um país.

Direitos como vida, liberdade e propriedade são alguns dos temas que o direito criminal visa defender, por meio do exercício da lei. 

Como funciona a legislação quanto à criminalística?

A criminalística é o ramo do Direito criminal que visa a elucidação dos crimes e o conhecimento dos autores de condutas ilegais, mediante coleta de fatos e vestígios em algum local de crime.

Por isso, esse ramo é muito importante na área criminal, já que, descobrir um autor de crime é o primeiro passo de qualquer processo que envolva situações ilegais.

Como ingressar na área criminal?

Para se tornar um profissional especializado em qualquer área criminal, a pessoa deverá ter um curso superior em Direito completo, e ter passado em algum concuso público voltado para a profissão escolhida.

Os concursos para que uma pessoa torne-se um especialista remunerado nessa área criminal é muito exigente, portanto, o estudante deve estar pronto para enfrentar maratonas de provas extensas, caso queira ingressar na carreira criminal.

Como especializar-se na área criminal?

Quem pensa em fazer carreira na área criminal deverá atentar-se às especializações, afinal, para ser um perito criminal, por exemplo, não basta que o estudante seja formado em Direito.

Para isso, a pessoa deverá ter especialização em Química e Biologia, pois, este profissional trabalhará com provas que serão examinadas em laboratórios e, qualquer erro na identificação de um suspeito pode trazer muitos problemas na vida do trabalhador dessa área.

Esse é só um exemplo, mas, abaixo falaremos sobre outras profissões que necessitam de profissionais bem qualificados para atuar.

Outras profissões para quem se identifica com o segmento

Pensando nisso, citamos 5 profissões para quem se identifica com Direito criminal, a seguir.

Detetive

Quando pensamos em um detetive, logo imaginamos um profissional que vive se escondendo de outras pessoas para encontrar provas ocultas em algum lugar, mas, diferentemente das ficções, esse profissional trabalha a maior parte do tempo em escritórios.

O detetive é responsável não só por detectar um criminoso, mas também para investigar toda a vida dessa pessoa para entender o que fez ela cometer um crime.

Esses profissionais têm acesso a documentos restritos ao governo e a investigações de órgãos do Estado, portanto, é uma profissão que exige muita experiência em Direito Criminal de seus profissionais.

Claro que, sim, existem detetives que trabalham em campo coletando provas para fazer um relatório para alguém, mas nem sempre isso acontece.

Advogado

A função de um advogado criminal diz respeito à defesa de seus clientes, mesmo que ele seja um réu que possui poucas chances de sair impune de um crime.

Esses profissionais atuam em tribunais, acompanhando seus clientes em julgamentos, mas, a maior parte do tempo, hoje em dia, esses profissionais estão trabalhando em um escritório de frente para um computador, produzindo textos que visam a defesa de algum cliente.

Apesar de ser uma profissão muito escolhida pelas pessoas, o advogado criminal possui menos especialistas prontos para atuar.

Policial

Todo crime torna-se um inquérito e depois torna-se um processo judicial até ser julgado pelo juiz, por isso, a investigação criminal começa no momento que o delito é cometido e que a força policial é acionada.

Por isso, um profissional que procura se especializar para ser um policial sairá na frente dos outros, pois, essa profissão é querida por muitos.

Para ingressar nessa área, os estudantes de Direito criminal enfrentam grandes concorrências e têm que passar por jornadas exaustivas de provas físicas e até psicológicas, afinal , essas pessoas tratam diretamente com o perigo.

Auxiliar forense

O auxiliar forense é o profissional que auxilia o perito na investigação de condutas criminosas e a pessoa que sonha com esse tipo de profissão terá que lidar com pessoas que não são muito receptivas com o exercício dessa profissão, afinal, um  investigador desses pode saber toda a vida pregressa de um criminoso.

Claro que essa não é a questão, mas é um ponto que deve ser considerado por quem busca especialização para trabalhar como auxiliar forense.

Profissional de perícia

O profissional de perícia é responsável por conduzir toda investigação, desde o momento que os especialistas estão avaliando a cena do crime, até o momento que o caso já foi resolvido.

Mas, convenhamos, todas as profissões que foram citadas aqui são escolhidas por quem deseja fazer Direito criminal por um simples, mas importantíssimo motivo: salários  melhores.

Não vamos entrar nesse mérito, aqui, mas essa é uma questão que, realmente, faz parte do imaginário de pessoas que estão se formando em Direito Criminal, hoje  em dia.

O curso ideal para um bom cuidador

Cuidador

O cuidador de idosos, de enfermos, de crianças e até mesmo de pets têm uma coisa em comum: paciência.

Esse profissional não é responsável somente pela parte física de quem está sendo cuidado, mas também da parte mental e de tudo que envolve esse zelo que deve ser mantido no momento do acompanhamento.

Quais as características de um bom cuidador?

Uma pessoa que cuida de alguém debilitado tem que entender que é mais difícil para a pessoa que está nessa situação do que para o próprio cuidador e, ter essa mentalidade aberta, ajuda muito na hora que esse especialista exerce sua profissão.

Respeitar as limitações de alguém que não tem condições de se cuidar sozinho mais é uma regra para todos os casos que citamos e, hoje, existem até cursos que ensinam a prática de cuidador.

Como escolher um bom curso de cuidador

Um curso de cuidador de idosos, por exemplo, costuma durar 184 horas, em algumas instituições de ensino, mas existem mais tipos de pessoas e até mesmo animais que necessitam desse acompanhamento.

Mas, para escolher um curso desse tipo não podemos nos atentar somente à carga horária, afinal, aprender a cuidar de alguém dependente de um auxiliar é muito mais importante do que o tempo que levamos dentro de uma sala de aula ou assistindo vídeos online.

Um profissional que pretende entregar um serviço humanizado deverá ser genuíno e gostar mesmo de exercer essa função, já que, a paciência é uma virtude que depende de cada ser humano.

Um bom curso ensinará as limitações dessas pessoas, colocará os alunos em situações que o dependente passa como dificuldade de locomoção, para que o estudante entenda como é difícil estar na posição do outro.

Esse tipo de atitude que sempre vem baseada no respeito ao próximo é um conteúdo

obrigatório em um bom curso de cuidador, seja ele de idoso, de enfermo, de criança.

Nichos para cuidadores

Quem se especializa em um curso para cuidador, encontra no mercado de trabalho 4 nichos principais que estão sempre precisando desses especialistas e, falaremos sobre cada um deles, abaixo.

Cuidadores de enfermos

Os cuidadores de enfermos devem ser muito atenciosos na forma que tratam seus pacientes, pois, essas pessoas, além de possuírem as limitações da doença, ainda sofrem muito com as questões psicológicas de ter que aceitar os cuidados de outrem.

Os especialistas nesse tipo de caso devem ser muito pacientes, já que alguns enfermos estão nessa situação de forma temporária e não aceitam a doença como uma limitação.

Pelo contrário, muitos acreditam que a doença não irá parar eles e acabam pensando que podem lutar contra a realidade que os obriga a ficarem deitados a maior parte do tempo.

Outra questão que envolve enfermos é a troca, já que, nos casos de enfermidade momentânea, as pessoas não estão acostumadas a serem trocadas, então, abdicar da privacidade para que um profissional troque nossas roupas, quando estamos doente, é muito difícil e o cuidador deve ter muito profissionalismo para fazer isso sem ofender o enfermo.

Cuidadores de idosos

Os principais cuidadores que se especializam, fazem isso pensando em cuidar das pessoas mais velhas, mas, engana-se quem pensa que essa é uma opção mais fácil de ser realizada.

Apesar do fato de que alguns idosos são muito bondosos e prontos para aceitar ajuda, nem todos se enquadram nessa característica e os profissionais que cuidam dessas pessoas devem ser muito atenciosos.

Alguns idosos podem ser muito orgulhosos e acabam negando qualquer tipo de ajuda, mesmo que o especialista tenha paciência na abordagem do idoso.

Nesses casos, o cuidador deve entender que essa pessoa mais velha tem seus costumes que foram fixados em seu modo de ser há muitos anos e que nenhum cuidador mudará isso tão facilmente.

Cuidadores infantis

Apesar de existirem creches, nem todos os pais têm acesso a essas instituições, então alguns contratam cuidadores infantis e, esses profissionais devem ser muito pacientes, já que, as crianças demoram pra dar autoridade para essas pessoas, quando isso acontece.

Alguns filhos costumam obedecer somente os pais, então, quando se deparam com uma pessoa que não conhecem, mas que estão mandando eles obedecerem, os pequenos tornam-se rebeldes.

Por isso, um especialista que tenha feito um curso que ensina como tratar as crianças de maneira profissional estará à frente de muitos que simplesmente tentam medir forças com os pequenos.

Cuidadores de pets

Entre as opções que citamos aqui, essa é a que pode ser considerada mais fácil, já que, apesar de exigir paciência também, o cuidado com os pets costuma ser mais previsível.

Pois, os animais que precisam de cuidados não exigem isso como as crianças e os idosos, por exemplo, já que, basta alimentar, passear, dar banho e manter o pet entretido.

O especialista pode não precisar de tanta paciência para cuidar de um animal doméstico, mas para cuidar dos donos que os tratam como bebês, com certeza, isso será cobrado do cuidador.

Dicas para se tornar um agente de saúde comunitário

Agente de saúde comunitario

Você com certeza já viu ou ouviu falar sobre os agentes de saúde, nos quais visitam milhares de casas e famílias de diversas comunidades todos os dias, para auxiliar os mesmos a terem uma saúde e qualidade de vida melhor.

Estes agentes trabalham diretamente para o Sistema Único de Saúde (SUS), realizando atividades que ajudam na prevenção de doenças, e promovendo a saúde da população em geral.

Uma das atividades nas quais mais costumamos ver os agentes de saúde executando, é a visita de casas, para verificação de possível proliferação do Aedes aegypti, o “Mosquito da dengue”, que é responsável por infectar milhares de pessoas todos os anos.

Tais agentes têm um papel extremamente importante dentro da sociedade, visando acompanhar e promover a saúde, além de passar tais informações para o SUS, principalmente de gestantes, crianças e adolescentes, idosos, lactantes, pessoas com algum sofrimento psíquico, dependentes químicos e grupos em geral em vulnerabilidade.

Entretanto, mesmo sendo uma função essencial dentro da comunidade, muitas pessoas ainda têm dúvidas, ou não sabem como podem se tornar um agente de saúde, e pensando nisso, decidimos trazer todas estas informações para você!

Qual a função de um agente de saúde comunitário?

Para conhecer totalmente os agentes de saúde comunitário, você deve saber exatamente sobre todas as suas funções e obrigações com a população e o SUS, por isso, vamos citar todas elas aqui!

Como foi dito anteriormente, os agentes de saúde comunitário trabalham diretamente para o SUS, ajudando a promover a saúde e prevenção de doenças dentro de uma certa sociedade.

Tendo isso em mente, podemos dizer que a principal função de um agente de saúde comunitário é realizar visitas domiciliares rotineiras, dentro de sua área geográfica de atuação (onde mora), para poder conscientizar, identificar e orientar pessoas que apresentem sintomas de doenças agudas e crônicas.

Além desta orientação, os mesmos também devem ajudar estas pessoas a fazerem o encaminhamento para a unidade de saúde mais próxima, para assim, poderem se tratar e cuidar o mais rápido possível,

Estas visitas não tem como único objetivo buscar pessoas que apresentam tais sintomas, mas também, evitar a proliferação de certas doenças, sendo um grande exemplo disso, a do Aedes aegypti, como foi citado mais acima.

Com isso, você já está totalmente por dentro de todas as funções que um agente de saúde comunitário costuma exercer, e assim, já está preparado para poder ver quais são os requisitos que deve-se ter para poder se tornar um, e acredite, você irá se surpreender, portanto, continue por aqui!

Como se tornar um agente de saúde comunitário?

Agora você verá um pouco de como se tornar um agente de saúde comunitário! Você ficará por dentro de todos os requisitos necessários para poder exercer tal função, além de, saber exatamente como você pode concorrer a vaga da mesma.

Entretanto, antes de adentrarmos nestes detalhes, você com certeza tem grande interesse de saber quanto um agente de saúde comunitário pode ganhar, certo? Bom, levando em consideração a qualificação profissional que se deve ter, que você verá mais abaixo, pode-se dizer que tal função até paga bem, para o que se é exigido!

Os agentes de saúde comunitário costumam iniciar com um salário de R$ 1.178,00, no qual pode chegar até R$ 1.605,00. Também é importante citar que a média do salário do mesmo no Brasil é de R$ 1.435,00. Entretanto, lembre-se que estes números podem variar de acordo com o seu estado, pois é ele quem define qual será o salário dos agentes de saúde.

Qualificação profissional

Para se tornar um agente de saúde, não são necessárias qualificações profissionais muito aprofundadas, sendo um dos grandes pontos positivos da profissão.

Sendo necessário somente ter um ensino fundamental completo, e morar dentro da sociedade que você irá atuar, você já está dentro de todos os requisitos necessários para poder exercer a função de um agente de saúde, e assim, promover a saúde dentro da sua sociedade.

Concursos públicos e processos seletivos

Além de cumprir os requisitos citados acima, para você estar apto e começar a exercer a função de agente de saúde, é necessário que você seja aprovado em concursos públicos ou processos seletivos dentro da sua região, que oferecem tal vaga!

Não é como se você tivesse que enviar um currículo e concorrer a vaga com milhares de pessoas sem ter a chance de se apresentar antes. Fazendo concursos públicos, você tem a chance de mostrar que realmente merece a função, aplicando todos os seus conhecimentos na prova, e tirando a maior nota que conseguir!

Com isso, você já sabe de tudo que é necessário para poder se tornar um agente de saúde pública, podendo promover a saúde e prevenção de doenças dentro da sociedade, melhorando assim, a qualidade de vida da mesma!

Por que a gestão de pessoas é tão importante

Por que a gestão de pessoas é tão importante

Leia o artigo e descubra por que a gestão de pessoas é tão importante

Sem dúvida, a maioria das empresas quer se firmar no mercado. Uma empresa pode ajudá-lo a atingir essa meta de muitas maneiras, mas nenhuma delas é tão importante quanto investir nas pessoas.

 

Por isso, o setor de gestão de pessoas está se tornando cada vez mais estratégico nas empresas. Quanto mais cedo os gestores e líderes entenderem o importante papel desses profissionais no crescimento dos negócios, melhores serão seus resultados.

 

A seguir, falaremos um pouco mais sobre a importância desses profissionais para o crescimento das empresas.

O que é gestão de pessoas?

A gestão de pessoas é um conjunto de estratégias corporativas voltadas para o desenvolvimento pessoal e profissional das equipes. Este deve ser um dos pilares de atuação das empresas que desejam crescer mais rápido sem comprometer a qualidade do clima organizacional.

 

De acordo com pesquisa realizada pela Endeavor, a gestão de pessoas é um grande desafio para os mais de 1000 profissionais participantes. Assim, você pode perceber a relevância e a necessidade de uma boa gestão de pessoas no mercado atual.

Por que é importante gerenciar pessoas nas empresas?

Dizer que as pessoas são o ativo mais importante de qualquer empresa certamente não seria um exagero. Sem motivação para atingir metas, mesmo os melhores profissionais podem falhar.

 

Isso compromete os resultados de longo prazo da empresa e compromete o seu crescimento. Por isso, cuidar da estratégia de gestão de pessoas é um investimento tão importante.

 

Mas, para que essa estratégia seja eficaz, você precisa entender os conceitos mais importantes da gestão de pessoas. Leia sobre isso no próximo tópico.

Noções básicas de gestão humana

Especialistas do setor apontam que a gestão de pessoas é governada por cinco princípios básicos:

 

Motivação: Se a equipe carece de motivação, o papel da equipe de RH é identificar a raiz do problema e desenvolver uma solução. Os incentivos podem variar de financeiros – com incentivos flexíveis – a incentivos organizacionais, como fins de semana, eventos virtuais e outros.

 

Comunicação: dentro e fora do ambiente profissional, a comunicação é uma importante ferramenta de integração entre as pessoas. Portanto, as equipes de RH devem se concentrar no desenvolvimento do diálogo entre a empresa e seus funcionários.

 

Trabalho em equipe: os funcionários têm um objetivo comum: atingir os objetivos da empresa. Portanto, o trabalho em equipe deve ser incentivado mesmo entre equipes de setores completamente diferentes.

 

Conhecimento e competência: a boa gestão de pessoas entende que todo conhecimento técnico, bem como competências, podem ser ensinados. Assim, a gestão estratégica oferece ferramentas para o desenvolvimento dos colaboradores tanto a nível pessoal como profissional.

 

Aprendizagem e Desenvolvimento: O papel da empresa também é fornecer aos funcionários maneiras claras de desenvolver as habilidades de que precisam para melhorar suas qualificações. Isso pode ser feito fornecendo cursos, software, palestras e muito mais.

 

Como os benefícios flexíveis ajudam a gerenciar pessoas?

Por que a gestão de pessoas é tão importante

A satisfação dos colaboradores tem muito a ver com sua remuneração financeira, bem como com a política de benefícios da empresa. É por isso que oferecer benefícios flexíveis pode ser uma ótima ferramenta para otimizar a gestão de pessoas e aumentar a produtividade.

 

Veja respostas para principais dúvidas de quem quer aprender francês

Aprender francês é uma arte e tem despertado o interesse de cada vez mais pessoas. Confira aqui as respostas para as principais dúvidas sobre o idioma!

Foi-se o tempo em que o inglês era o único idioma que despertava o interesse dos brasileiros, seja para fins pessoais ou profissionais Aprender francês, por exemplo, tornou-se uma opção buscada por cada vez mais pessoas.

Apesar disso muitos ainda têm dúvidas se o idioma francês é uma boa escolha quando se busca expandir os conhecimento lingüísticos. Afinal, qual o alcance dessa língua estrangeira? Quais possibilidade abre para o estudante? Continue lendo para conferir essas e outras informações.

Tire agora todas as suas dúvidas sobre aprender francês

Se você se interessa por realizar um curso de francês em São Paulo ou qualquer outro lugar do país não deixe de conferir as informações que listamos abaixo. Com elas você poderá escolher o melhor curso afastando de vez a dúvida se ele será efetivo ou não e qual a diferença que fará na sua vida.

Quais países usam o francês como idioma?

Primeiramente, caso você tenha dúvidas em realizar um curso de francês ante o alcance do idioma, saiba que não há motivos para preocupações do uso. Isso, pois, atualmente a língua francesa é falada nos 05 continentes.

Dentre os países que adotam o idioma estão a França, Canadá, Camarões, Haiti, Bélgica e Suíça, entre vários outros. Além disso, estudos apontam que até 2050 a língua francesa deve se tornar a mais falada no mundo!

Assim, aprender francês é algo que não será desperdiçado. Pelo contrário, poderá ser colocado em prática em diversos países.

Como é possível utilizar o francês para fins empresariais?

Outro ponto importante é que o francês tem sido cada vez mais utilizado nas relações empresariais e multinacionais. Isso se deve a diversos fatores. Por exemplo, existem quase 20 empresas francesas dentre as 500 maiores do mundo.

Outros pontos que demonstram a relevância do estudo desse idioma é que ele é utilizado oficialmente por diversas organizações e instituições extremamente relevantes. Considere, por exemplo, que FIFA, ONU, COI e Cruz Vermelha adotam o francês como idioma oficial.

Assim, seja para fins empresariais, particulares ou para quem deseja se tornar um diplomata, aprender francês é incrível!

Quanto tempo é preciso para se tornar fluente em francês?

A resposta para essa pergunta varia de acordo com o aluno e a escola que ele freqüenta. Além do curso de francês é preciso também analisar o objetivo do estudante.

Por exemplo, estima-se que após 60 e 80 horas de curso o estudante que está se empenhando em aprender francês já possa responder perguntas simples e as principais expressões comumente utilizadas sem ser preciso se consultar um material de apoio.

Por outro lado, são indicadas cerca de 150 a 230 horas para que o aluno seja capaz de conversas em situações diversas, dialogando normalmente.

Como é possível estudar francês além das aulas normais?

Por fim, assim como no caso de outros idiomas ao aprender francês você pode reforçar seus estudos apostando em materiais alternativos.

Considere, por exemplo, as inúmeras produções cinematográficas na língua. Não é a toa, afinal, que a França realiza anualmente o festival de Cannes, um dos mais famosos e importantes da 7ª arte.

Também, é possível estudar por meio do uso de materiais jornalísticos escritos em francês e consumindo música feita nesta língua. Os métodos, portanto, são inúmeros e podem complementar o curso de francês auxiliando na fixação de palavras e expressões, assim como a pronúncia delas.

Pronto! Agora que essas dúvidas estão respondidas você pode aprender francês sem medo de não utilizar o conhecimento adquirido e aproveitando o máximo que esse belo idioma tem a oferecer!

 

Como escolher a área do concurso ideal

Como escolher a área do concurso ideal é uma das maiores dúvidas de quem deseja se candidatar aos processos seletivos, uma vez que, ao ser aprovado e ocupar o cargo, a pessoa, provavelmente, exercerá a função por um longo período.

Por mais que os benefícios, salário e estabilidade, sejam muito atraentes, devemos colocar os contras na balança, pois ao se candidatar e ser aprovado em um cargo no qual não se sinta confortável, será difícil exercer a função com eficiência, além disso, pode ser muito desgastante a longo prazo.

Portanto, o ideal é saber como escolher a área do concurso público que deseja, realmente, exercer a função porque se identifica com a mesma.

Confira a seguir quais as dicas para ajudar a selecionar o concurso ideal pra você:

Dicas: Como escolher a área do concurso ideal

Você já encontrou cursos online para concurso, site de rateio de concursos e materiais que podem ajudá-lo a conquistar aprovação, mas ainda está em dúvida se o concurso a qual vai concorrer é o certo? Confira as dicas a seguir:

Teste vocacional

Os testes vocacionais podem ser encontrados na internet, através deles você responde um questionário e recebe o resultado das áreas profissionais que mais se assemelham ao seu perfil.

Pesquise sobre as atribuições do cargo

É importante que você realize pesquisas sobre as atribuições de um profissional que ocupa o cargo do concurso público. Desse modo, é possível identificar quais as funções você deverá exercer se conquistar sua aprovação.

Assim evitará surpresas e tempo se preparando para prestar outros concursos, só porque não se adaptou.

Converse com outros concurseiros

Por mais que conversar com alguém sobre o assunto, pareça desmotivador, acredite, falar com quem tem experiência no assunto, pode ser o divisor de águas. Muitas pessoas já passaram diversas vezes por esta etapa, ocuparam o tão sonhado cargo, mas em alguns anos decidiram abrir mão, ou, simplesmente, ainda trabalham com um segmento que não gosta.

Conversas com outros concurseiros, ajudam a entender quais os erros e acertos eles cometeram, para usar as informações como lição e observação ao tomar a decisão de se candidatar a um concurso público.

Não leve em consideração apenas os benefícios

Os benefícios de ocupar um cargo oferecido através de concurso público, são muito atraentes, mas pode exigir algumas mudanças, como exemplo, trocar o endereço de residência, possuir especializações específicas, entre outros.

Realizar uma especialização ou grande mudança na rotina, apenas por conta de um salário mais alto, numa área que não possui afinidade, pode ser desgastante e muito mais trabalhoso do que imagina.

É preciso considerar todos os detalhes, bem como as exigências e demais dicas anteriores.

Leia o edital completo sempre

Muitas pessoas só leem as informações que lhe interessam, normalmente, salário, data de concurso, exigências para inscrição, taxa de pagamento e local. No entanto, ler o edital completo é essencial para evitar surpresas, uma vez que, todos os dados sobre a vaga oferecida, estarão ali.

Ao ler o edital completo, você pode definir se, realmente, deseja se inscrever e ocupar o cargo oferecido neste concurso público.

Saber como escolher a área do concurso, pode parecer trabalhoso, mas não é. Basta ser sincero consigo, identificando o real motivo para concorrer ao mesmo, se possui afinidade com a função, e se está disposto a atender aos requisitos necessários.

 

 

 

 

Educação a distância de Agente Comunitário de Saúde

Estude com a Educação a distância de agente comunitário de saúde

Em tempos de confinamento, é fundamental organizar nossa rotina para nos manter ativos e, de preferência, produtivos. Estude com a Educação a distância de Agente Comunitário de Saúde.

Nesses tempos vem surgindo muito interesse em algumas profissões, até então desconhecidas para muita gente, como a de agente comunitário de Saúde.

Para quem não sabe,um agente comunitário de saúde trabalha como mediador entre governo e comunidade, facilitando o acesso à programas de saúde e de qualidade de vida de pessoas que vivem em comunidades carentes ou mais afastadas. 

 Assim, se por um lado é preciso se manter informado sobre a pandemia, por outro lado, é preciso ocupar a mente com atividades que agreguem valor.

Nesse sentido, nada melhor do que investir na Educação a distância de Agente Comunitário de Saúde, com muitas opções hoje pela internet, ajudando a encarar esse período com mais produtividade, praticidade e tranquilidade.

Por isso, resolvemos mostrar aqui opções de Educação a distância de Agente Comunitário de Saúde para aproveitar melhor o tempo nessa quarentena. 

O que são Cursos Grátis?

Atualmente, existem na internet muitas opções de cursos grátis, geralmente, são aqueles cursos livres, os quais têm duração menor do que os convencionais, e contemplam temas diversificados que podem complementar a sua formação, oferecendo conhecimentos de metodologias, ferramentas e técnicas. 

Além de não exigir uma formação prévia, a Educação a distância de Agente Comunitário de Saúde permite desenvolver novas habilidades, ou se atualizá-las, e isso tudo, de forma online, ou seja, sem precisar sair de casa.

Veja mais sobre educação a distância no portal MEC.

A Educação a distância de Agente Comunitário de Saúde funciona?

Sim! E isso porque aprender novas habilidades, ou se reciclar e manter atualizado sobre métodos, técnicas e tecnologias que surgem no mercado de trabalho é fundamental para qualquer profissional que busca se destacar e com um agente comunitário de saúde isso não é diferente.

E a Educação a distância permite isso, e de uma forma bem prática, desde a própria casa.

Sem dúvida, seja um médico ou um agente comunitário de Saúde, qualquer profissional que demonstre conhecimento e domínio sobre a área em que atua, acaba sempre se destacando.

Por isso, utilizar o período de quarentena para fazer cursos grátis  ajudará a se destacar na sua área de atuação.

Isso sem falar que as empresas tendem a valorizar currículos de profissionais que buscam evoluir suas habilidades e se manter sempre atualizados, e nisso a Educação a distância é imbatível.

Enfim, apostar em cursos livres é uma ótima opção para quem quer mudar a trajetória de sua carreira, utilizando da melhor forma possível o tempo disponível nessa quarentena. 

Educação a distância de agente comunitário de saúde
Educação a distância de agente comunitário de saúde

Como funciona a Educação a distância de Agente Comunitário de Saúde?

Educação a distância de Agente Comunitário de Saúde funciona de forma totalmente online, ou seja, o  aluno estuda de onde quiser, de casa, do trabalho, seja por meio de vídeos gravados, videoconferências ou por apostilas. 

Após a realização desses cursos grátis, dependendo da plataforma de cursos escolhida, o aluno ainda pode solicitar um certificado, mediante a realização de uma avaliação, que virá por email.

Benefícios da Educação a distância 

Dentre os muitos benefícios, podemos citar os seguintes:

  • Currículo mais competitivo;
  • Estudar sem sair de casa;
  • Material de Estudo em vídeos ou Apostilas;
  • Certificado ao final do curso, por e-mail;
  • Certificado Válido em Todo Brasil.

O que vou aprender com a Educação a distância de agente comunitário de Saúde?

A Educação a distância de Agente Comunitário de Saúde demonstra como é feito o trabalho, suas relações como o Sistema Único de Saúde (SUS), os princípios e diretrizes do SUS, as principais atividades do profissional, suas atribuições e competências e todo o funcionamento do programa de saúde familiar.

Quanto ao conteúdo, ele é o seguinte:

  • O trabalho do Agente Comunitário de Saúde
  • O Agente Comunitário de Saúde e o SUS
  • Atribuições do Agente Comunitário de Saúde
  • O Perfil, as Atribuições e as Competências
  • Detalhamento das Ações do Agente Comunitário de Saúde
  • Programa de Saúde Familiar
  • Saúde da Criança e Adolescente
  • Atenção à Pessoa com Deficiência
  • Orientações para Famílias com Pessoas Acamadas
  • Violência Familiar
  • Doenças Transmitidas por Vetores: mosquitos, insetos, moluscos e outros.

Quais os melhores cursos grátis de Agente Comunitário de Saúde?

Felizmente, está cada vez mais fácil encontrar boas opções de cursos grátis pela internet, embora muitos deles não sejam totalmente gratuitos e nem de muito boa qualidade.

Por isso, o melhor a fazer é pesquisar muito antes ou apostar naqueles já reconhecidos no mercado, como é o caso dos Cursos Rápidos Grátis ou Educação a distância, que além de oferecerem uma grande variedade de cursos, ainda são cursos grátis com certificados.

Se inscrever é muito simples, basta acessar a plataforma, escolher um dos cursos grátis, clicar no botão de inscrição, preencher o cadastro, depois, aguardar o email com o link, ou senha, de acesso.

Feito o curso, se o aluno quiser, ainda pode solicitar o certificado, que virá por email, mais prático impossível!