Conheça o processo de imigração nos Estados Unidos

Imigração

Para entendermos melhor como funciona o processo de imigração para os Estados Unidos, devemos falar, primeiramente, sobre o Green Card, que é uma autorização que o imigrante precisa ter para fixar residência neste país.

O Green Card pode ter condições e para entender o caso é preciso falar com um advogado especializado em imigração.

Esse documento deve ser renovado a cada década e, depois do vencimento, a pessoa já está sendo considerada um imigrante ilegal nos Estados Unidos.

Portanto, vamos falar, neste artigo, sobre os passos que possibilitam que uma pessoa migre para a América em busca de melhores condições de vida, afinal, já sabemos que morar nesse país é o sonho de muita gente que busca uma qualidade de vida em uma nação desenvolvida como essa.

 Quais são os documentos necessários para se tornar imigrante nos Estados Unidos?

Morar nos Estados Unidos é o sonho de muita gente que hoje mora em um país de Terceiro Mundo, mas para conseguir fixar residência não é muito fácil, já que precisamos, primeiramente ter o green card, ou seja, o US permanent Resident Card(Cartão de Residência Permanente no Estados Unidos), mas para conseguir isso é que é difícil.

Com esse documento, podemos dizer que somos um imigrante legal americano, já que, em posse dele, nenhuma pessoa poderá solicitar nossa saída contra nossa vontade.

Mas, vale lembrar que não é nem um pouco fácil conseguir um Green Card e, aqui, vamos entender o porquê disso.

Como todo processo burocrático, a aquisição desse documento é algo que leva tempo, já que, isso possibilitará que um imigrante fixe residência no país que possui a maior economia mundial.

vamos ao que interessa então e falar dos quatro pontos que são considerados para que uma pessoa se torne um imigrante legal nos Estados Unidos.

Trabalho

Um imigrante que tenha em mãos um contrato de trabalho de uma empresa norte-americana, poderá conseguir um green card de 2 a 5 anos depois da solicitação.

Mas, vale lembrar que a área de atuação desse trabalhador é carente de mão de obra nos Estados Unidos, o que, convenhamos, é difícil imaginar.

Visto EB-5

No processo de imigração para os Estados Unidos existe o Visto EB-5 que é conseguido quando a pessoa abre um negócio e comprova que gerou, no mínimo, dez vagas de emprego para americanos legais.

Esse processo custa caro, já que o empresário deverá investir, em média, 500 mil dólares em uma área mais carente de empregos ou 1 milhão de dólares em uma região metropolitana.

Ainda assim, o visto demora de 2 a 3 anos para ser emitido, para que o negócio comprove o lucro nas operações.

Casamento

Casar seria a opção mais acessível, já que, basta um imigrante casar-se com um estadunidense que o green card é emitido, mas vale lembrar que é crime forjar casamento para conseguir moradia e os órgãos responsáveis pela imigração nos Estados Unidos sempre sabem esse tipo de informação.

É fácil morar legalmente nos Estados Unidos?

Vimos, então, que morar legalmente nos Estados Unidos não é nada fácil, pois, conseguir um Green card pode levar muito tempo e a única opção barata é casar-se com algum americano.

Considerando que não é tão fácil assim casar com alguém somente para conseguir moradia em um país como esse, então as chances de ter um green card são bem poucas para a maioria dos brasileiros.

Por isso que, é raro encontrar pessoas que foram para ficar definitivamente nos Estados Unidos por tempo ilimitado, mesmo que esse seja o sonho de muito imigrante.

Conseguir um trabalho é uma opção viável, mas difícil é encontrar uma área que seja desprovida de mão de obra qualificada para exercer essa profissão em solo americano.

Com universidades muito bem reconhecidas mundialmente, os estadunidenses são pessoas que estão preparadas para o mercado de trabalho há muito tempo.

No caso do visto EB-5, a pessoa precisa ser milionária para manter um negócio em solo americano por 3 anos obtendo sucesso e, no caso do imigrante brasileiro, isso é bem difícil de acontecer.

O que resta é o casamento, afinal, tudo que precisamos fazer é conhecer algum americano, falar inglês e, de alguma forma, convencer essa pessoa a casar-se com um imigrante em busca de melhores condições de vida. 

E, vale lembrar que, mesmo assim, com o green card em mãos, nossa moradia não é vitalícia em solo americano, já que, até o tão sonhado passe para a vida nos Estados Unidos, tem validade de dez anos.

Depois de dez anos, precisamos renovar novamente o processo de imigração que nos permitiu morar uma década por lá e, quando esse tempo passar, o imigrante se deparará mais uma vez com o termo que gerou toda essa demora para conquistar uma residência em solo americano: burocracia.