5 dicas de como economizar dinheiro ganhando pouco por mês

Planejamento financeiro

A maior dificuldade de se viver no Brasil é o salário que muitos recebem no final de cada mês, no qual não dura por muito tempo, decorrente de tantos pagamentos que obrigatoriamente precisamos fazer.

Mesmo ganhando pouco, é possível arranjar um jeitinho para poupar uma parte dessa renda líquida e reservá-la para o futuro. Assim, todos poderemos, algum dia, desfrutar das economias em algo que tanto queremos.

Hoje vou dar algumas dicas de como economizar dinheiro ganhando pouco por mês. Continue lendo e descubra.

1- Controle de gastos, o Planejamento financeiro

Uma grande parcela da população brasileira encontra-se endividada e isso causa ainda mais dificuldade para quem planeja consertar sua vida financeira e começar a economizar dinheiro ganhando pouco por mês.

O problema é exatamente as dívidas que mês a mês se acumulam e fazem parecer que nossos objetivos estão cada vez mais distantes de nós, com isso gerando a desmotivação e o desleixo de gerenciar nossos gastos.

Com isso, saímos comprando tudo que vemos pela frente como uma forma de suprir essa necessidade de saciar um pouco o desejo de realização, mesmo que represente mais uma dívida para ser paga no final do mês.

Para quem ganha pouco, isso é uma catástrofe financeira. Mas, é possível contornar, aos poucos, essa situação complicada. A começar pelo controle rígido de gastos. Vamos começar montando uma planilha com todas as contas a pagar e separá-las por tipo.

  • As contas mais urgentes (indispensáveis;
  • As contas sem urgência (que podem ser deixadas em segundo plano).

Usando o modelo 50/30/20 você pode organizar o destino da sua renda líquida e gerenciar no que são gastos, priorizando antes de tudo a qualidade de vida. A maior parte deve sempre ser destinada a contas fixas como luz, água, etc.

A média parte, os 30% – se a necessidade for grande, pode-se aumentar essa porcentagem – são direcionados a contas variáveis, quitação de dívidas, gastos com serviços, etc.

A parte que sobrou dessa somatória toda é a porcentagem que vai ser poupada e posta em um fundo de emergência ou investimento.

Mas, todas as minhas contas não fecharam com o que eu ganho no mês, e agora?

Bem, se isso aconteceu, tente entrar em contato com cobradores ou renegociar suas dívidas para parcelas menores e mais prazo, assim poderá ajustar o valor até se encaixar no seu orçamento.

Uma dica que eu dou é primeiro focar nas contas mais atrasadas para evitar cair no SPC ou Serasa, em seguida, lidar com as variáveis.

2- Cortando gastos

Quando comparamos os gastos de 30 anos atrás, com os que temos atualmente, percebemos uma adição de muito mais despesas e pouco dinheiro, por exemplo, o consumo streamer, assinaturas digitais de aplicativos, até a própria internet.

A começar pelo corte de gastos nessa área, se você trabalha pela internet, pode optar por escolher um pacote de planos mais baratos e cancelar a contratação de serviços como Netflix e Amazon Prime, que geram gastos extras.

Economize também nas suas saídas, invista mais numa alimentação mais caseira sem idas a bares, lanchonetes ou shoppings.

Compras pela internet só em último caso, quando não há outra opção e haja muita necessidade. A mesma coisa pode ser atribuída ao cartão de crédito, que causa ainda mais gastos altos.

Agora que você já tem uma ideia, pode pesquisar ai nas suas contas e identificar contas que não afetarão sua qualidade de vida caso fique sem. Assim vai gerar mais receita líquida para economizar.

3- Suprima o impulso de compra

Comprar é válvula de escape de muitos brasileiros para diversas situações chatas que geram quedas emocionais que acabam gerando a “compra compulsória”. Existem também aquelas pessoas que apenas gostam de comprar, tudo que vêem ou são loucas por uma promoção.

Nesses casos, pode ser uma boa evitar ir a locais, centros, shopping que incitem essa vontade de comprar. Tentar se controlar também ajuda, mas tenha força de vontade.

Dessa forma você economiza dinheiro ganhando pouco por mês.

4- Crie objetivos a curto, médio e longo prazo

Buscar por metas ou objetivos é um incentivo bem forma para economizar dinheiro ganhando pouco ou muito dinheiro por mês. Quando estamos animados com alguma coisa ficamos focados e é disso que precisamos para seguir na nossa rotina de economia.

Existem diversos objetivos que você pode criar, comprar algo incrível, fazer uma viagem, trocar de carro, levar alguém para jantar, são muitos a escolher e pode até estabelecer prazos para eles.

Objetivos a curto e médio prazo são aqueles que duram até 6 meses ou mais, os de longo prazo passam de 1 ano, então organize-se bem.

Focado nisso, inicie a concretização do seu objetivo separando uma parcela fixa do seu salário por mês, faça disso um hábito mensal.

5- Ganhando mais dinheiro

Vamos voltar lá no primeiro tópico, quando surgiu a dúvida “e se não sobrar dinheiro para economizar?”. Uma opção viável é simplesmente ganhar mais dinheiro. Ficou confuso agora, né? Deixa eu explicar.

Existem muitas formas de conseguir ter a certeza de que se vai conseguir duplicar um determinado valor, nisso já entramos no assunto de investimento. Separe uma parte do valor que seria destinado a pagamento de contas variáveis e utilize para investir.

É realmente complicado falar isso, mas, lembre-se que conversando todos arranjam um jeitinho de dar certo, renegociar a dívida sempre é possível, o que não pode acontecer é você ficar sem dinheiro.

Para isso vamos escolher a opção de investimento de alta liquidez, que seja seguro, rápido e tenha um retorno agradável. Geralmente, investimentos de alta liquidez podem ser retirados entre 1 e 30 dias, gerando lucros para o investidor.

Nessa brincadeira você pode acabar com quase o dobro daquilo que investiu, podendo pagar a dívida posteriormente e usar o resto para adicionar as suas economias. Uma boa dica pra quem quer economizar ganhando pouco dinheiro por mês.

Para começar você pode procurar o seu banco e conversar com o responsável sobre essa possibilidade. Boa sorte e bons lucros!